in

Lana Condor se abre sobre distúrbios alimentares e representatividade asiática em Hollywood: “É duro”





A maravilhosa Lana Condor, que ganhou nossos corações no ano passado como protagonista de “Para Todos os Garotos que Já Amei”, abriu o jogo sobre os distúrbios alimentares que já teve à edição canadense da revista Elle. Na entrevista, ela também falou sobre a importância da representatividade de minorias — como a dela, que é asiática — em Hollywood.

“Eu sei o que é ter um distúrbio alimentar e dismorfia corporal — e também sei o que é ter algum amigo com isso”, conta Lana. Além de atriz, ela também é dançarina, portanto a pressão sobre a própria imagem não é grande novidade para ela. Mesmo assim, diz, isso não significa que essas questões são exclusivas de pessoas públicas. “Jogue fora a palavra ‘atriz’ e deixe só a idade, 21 anos: é duro”.

Conhecida por interpretar a personagem Lara Jean no hit da Netflix em 2018, ela explica que é por entender o que se passa na cabeça de quem sofre com essas questões que gosta de mandar uma mensagem positiva nas redes sociais sempre.

“Acho que é hora de dar conforto às pessoas. Você tem que comer. Tem que parar de pensar que um único tipo de corpo é o ideal, porque não é. É por isso que eu literalmente posto toda refeição que faço”, diz a atriz, que tem mais de seis milhões de seguidores no Instagram.

Ela ainda afirma que, mesmo assim, nem sempre é fácil mudar a cabeça de alguém. “Eu olho para as minhas amigas e falo ‘Você é linda para caramba’. Mas elas sentem que são gordas e feias. Eu não sei como isso aconteceu, como as mulheres acham que têm que se desculpar [por suas imperfeições físicas]”, conta.

Outra questão importante para Lana tem a ver com suas origens. Nascida no Vietnam, ela já declarou várias vezes o valor que tem se ver representada nos filmes e séries dos Estados Unidos. À Elle, ela revelou que por muito tempo acreditou que jamais seria estrela de uma comédia romântica, justamente por não ver atrizes asiáticas em papeis desse tipo.

“Na minha curta carreira, nunca tinha visto estúdios pedindo especificamente por protagonistas de descendência asiática, então eu deixei para lá”, diz. “O que é, acredito, parte do problema: Não quero que ninguém deixe algo para lá por conta de suas feições”, declara Lana.

“Um dos motivos pelo qual aceitei fazer ‘Para Todos os Garotos’ é porque é simplesmente uma história sobre uma menina que se apaixona pela primeira vez”, explica. “Ela é uma garota comum que por acaso é asiática. Tipo, esse não é o foco lá, nós somos seres humanos normais”.

Muito madura e esclarecida, né? Por enquanto, a continuação de “Para Todos os Garotos que Já Amei” ainda não tem data de lançamento, mas nós já estamos ansiosos para rever Lara Jean e Peter Kavinsky juntos mais uma vez!

(Vimos em Hugo Gloss)


Rízia é a nova líder do BBB 19